Explosão de Dengue no Brasil: Uma Ameaça Silenciosa que Cresce a Passos Largos!

Sobe drasticamente o numero de pessoas infectadas com o vírus

Lucas Verde

Explosão de Dengue no Brasil: Uma Ameaça Silenciosa que Cresce a Passos Largos!

No período de menos de 3 meses, o Brasil já registrou mais de 1.684 mil casos prováveis de dengue, superando o total de casos do ano passado. Esse surto não está limitado apenas ao Rio de Janeiro, mas é uma preocupação em todo o país. Para discutir esse assunto, a Jovem Pan entrevistou o infectologista Marcos Caseiro.

O pico da doença ainda está por vir

De acordo com especialistas, o pico da doença ainda não foi alcançado e está previsto para a virada do mês de março para abril. Muitas medidas precisam ser tomadas para reverter essa situação preocupante. O Ministério da Saúde alerta que a maioria dos casos prováveis este ano está afetando as mulheres, mas todos estão sujeitos a contrair a doença.

Imunidade coletiva e sazonalidade da dengue

O pico de casos de dengue geralmente ocorre no final de março, devido à sazonalidade da doença. Com o aumento de calor e chuvas, as condições são ideais para a replicação do vetor transmissor. Além disso, foi observada a reintrodução de uma variante do vírus que não circulava há 20 anos, o que contribui para o aumento dos casos.

Diferentes tipos de dengue

A dengue apresenta quatro variantes: dengue 1, 2, 3 e 4. Recentemente, houve um aumento no número de casos do tipo 4, que afeta principalmente crianças e jovens que ainda não foram infectados. Isso se deve ao fato de que adultos em áreas altamente endêmicas já foram expostos a diferentes tipos de dengue ao longo dos anos.

Combate ao mosquito transmissor

O mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, é encontrado em todo o mundo e tem se adaptado às condições climáticas. Além do calor e da chuva, o mosquito se adaptou a viver dentro das casas, o que aumenta o risco de transmissão. É essencial evitar o acúmulo de água, realizar vistorias periódicas no ambiente doméstico e utilizar repelentes para se proteger.

Sintomas da dengue e diferenciação de doenças

Os sintomas da dengue incluem febre, dor no corpo, dor de cabeça e dor retroocular. É importante diferenciar a dengue de outras doenças, como gripe e Covid-19. A dengue não apresenta sintomas respiratórios, ao contrário da gripe e da Covid-19. Caso surjam sintomas respiratórios, é necessário considerar a possibilidade de influenza ou Covid-19.

Prevenção e tratamento

Para prevenir a dengue, é recomendado o uso de repelentes e a eliminação de possíveis criadouros do mosquito. O tratamento da doença consiste principalmente em hidratação adequada, pois ainda não há remédios específicos. É importante evitar o uso de aspirina e anti-inflamatórios, e optar por analgésicos como a dipirona ou paracetamol.

A população deve ficar atenta aos sintomas e procurar atendimento médico caso apresente febre e outros sintomas da dengue. Além disso, é essencial seguir as medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito transmissor.

Com a conscientização e ações adequadas, é possível combater a dengue e reduzir o impacto dessa doença no Brasil.

Photo of author
Lucas Verde é um redator apaixonado por jardinagem e natureza. Com mais de 10 anos de experiência em jardinagem e paisagismo, ele acredita que a jardinagem é uma forma de arte que requer paciência, dedicação e amor pela natureza. Seu objetivo é inspirar e educar as pessoas sobre a arte e a ciência da jardinagem, ajudando-as a criar belos jardins que não apenas melhoram a estética de suas casas, mas também contribuem para seu bem-estar físico e mental.