Minoxidil Para Que Serve, Como Usar e Contra Indicações

Minoxidil Para Que Serve, Como Usar e Contra Indicações

Confira todos os detalhes sobre o Minoxidil para cabelo, barba e sobrancelha.

Quem apresenta falhas na barba ou começou a temer a calvície, com certeza já ouviu falar do Minoxidil. Mas, afinal, o que é esse composto

Minoxidil foi apresentado, pela primeira vez, como um medicamento oral para quem sofria de pressão alta no início dos anos 70. 

No entanto, a partir de observações médicas, pesquisadores perceberam um efeito secundário de seu uso, como crescimento e escurecimento de pelos do corpo. 

Tal nota levou à formulação tópica de Minoxidil para o tratamento da Alopecia Androgenética (AAG), também chamada de calvície. Essa condição dermatológica é comum, afetando, principalmente, homens com mais de 50 anos. 

Os sinais clínicos são percebidos pela diluição difusa do cabelo no couro cabeludo, e estudos têm mostrado o Minoxidil como uma solução eficaz para o tratamento. 

Então, para que serve? 

A solução de Minoxidil, que pode ser encontrada nas concentrações 2% e 5%, é usada para o tratamento da queda de cabelo, bem como preenchimento de falhas na barba e sobrancelha. 

Por ser um forte vasodilatador, o minoxidil abre canais de potássio localizados nos músculos lisos da artéria periférica, causando hiperpolarização da membrana celular, auxiliando no processo de crescimento capilar. 

A sua substância ativa melhora a circulação sanguínea no local indicado, prolongando a fase anágena, referente ao nascimento e crescimento capilar. Assim, a solução pode ser aplicada em: 

  • Cabelo 
  • Barba 
  • Sobrancelha 

Como usar o Minoxidil? 

É importante lembrar que a solução é um medicamento. Assim, para o seu uso, é recomendado consultar um médico. 

Minoxidil 5% é contraindicado a pacientes com história de hipersensibilidade a qualquer um dos componentes de sua fórmula. 

No mais, a sua aplicação pode variar de acordo com a área aplicada, seja tratamento de alopecia ou preenchimento de barba. 

Cabelo

Minoxidil Para Que Serve, Como Usar e Contra Indicações
Minoxidil Para Que Serve, Como Usar e Contra Indicações

Minoxidil é apontado como tratamento para distúrbios capilares 

O crescimento do cabelo como efeito do Minoxidil vem do seu metabólito, o sulfato de Minoxidil. Ele tem sido usado para tratamento de perda capilar por décadas, por afetar as células foliculares, reduzindo o problema da queda. 

Além da perda de cabelo, o medicamento também é apontado como tratamento para distúrbios capilares como alopecia areata (AA) e transtornos do eixo cabeludo. 

Cada mL da solução capilar de Minoxidil 5% contém 50mg de Minoxidil 5%. Assim, aplica-se uma dose de 1 mL sobre a área calva, massageando a área afetada, duas vezes ao dia. 

Após a aplicação da solução, lave bem as mãos. A dose diária nunca deve exceder 2 mL. Busque aplicar o produto com os cabelos completamente secos e, sempre que lavar, opte por shampoo suave. 

É necessário esperar, pelo menos, quatro horas para lavar os cabelos após a aplicação. A duração do tratamento pode variar entre 3 e 6 meses, segundo as recomendações do dermatologista. 

Caso o tratamento seja suspenso, o nascimento de fios novos será interrompido, voltando ao aspecto anterior ao início do tratamento. 

Barba 

Monoxidil deve ser usado com frequência para melhores resultados 

Para preencher falhas da barba, o produto é aplicado da mesma maneira. Na região mais afetada, com massagens após aplicação. Depois de aplicado o produto, é recomendado o uso de hidratante para evitar ressecamento da pele. 

Sobrancelha 

Sobrancelhas sem falhas 

Usado principalmente para cobrir falhas na barba e estimular o crescimento de pelos na região, bem como tratar a queda capilar, por vezes pode ser indicado para aplicação nas sobrancelhas. No entanto, é extremamente recomendado o aconselhamento profissional antes da aplicação. 

Nesse caso, usa-se um cotonete para aplicação da solução. Logo depois, hidratação com cremes e óleos para evitar ressecamento da pele. 

Onde comprar Minoxidil? 

Há diversas marcas que lançam produtos com a solução de Minoxidil em sua fórmula. Por isso, existe uma cartela de opções disponíveis para escolha. 

No entanto, um detalhe muito importante: é fundamental verificar se o produto desejado foi registrado e liberado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Você pode fazer isso neste link

Constantemente, o órgão encontra produtos irregulares, com fabricantes desconhecidos e alegações terapêuticas falsas, proibindo sua comercialização no Brasil. Encontrados os produtos certificados, é possível adquirir Minoxidil em sites online e ele também pode ser manipulado em farmácias especializadas. 

Onde comprar o Minoxidil 

Minoxidil possui efeitos colaterais? 

Nos últimos anos, o Minoxidil tem sido usado por milhões de pacientes em todo o mundo, provando-se como uma solução segura.  

No entanto, há quem apresente reações dermatológicas, por conta de determinada intolerância à formulação tópica do medicamento. 

Assim, é possível observar irritação, coceira, dermatite leve e descamação do couro cabeludo após aplicação. Por outro lado, estudos clínicos não apontaram reações individuais ou reações significativas. 

Quais são os benefícios do Minoxidil? 

O uso da solução aumenta a taxa de crescimento capilar, com acompanhamento adequado e, se realizado o tratamento de maneira correta, pode reduzir a queda capilar, aumentando o diâmetro capilar e alterando o ciclo capilar. 

Bibliografia 

ARANTES, Anderson; SOUZA, Jhonnatan; MARTINS, Marcelo Lucas; BRITO, Aline de Sousa. A UTILIZAÇÃO DE FINASTERIDA E MINOXIDIL NO TRATAMENTO DA ALOPÉCIA ANDROGENÉTICA. Revista Vita et Sanitas da Faculdade União de Goyazes, Trindade (GO), v. 11, n. 2, jul/dez, 2017. Disponível em: <http://fug.edu.br/revistas/index.php/VitaetSanitas/article/view/149/202>. Acesso em: 7 abr. 2021 

Bula do Minoxidil. Consulta Remédios. Disponível em: <https://consultaremedios.com.br/minoxidil-5/bula>. Acesso em: 7 abr. 2021 

SUCHONWANIT, Poonkiat; THAMMARUCHA, Sasima; KANCHANA, Leerunyakul. Minoxidil and its use in hair disorders: a review. Drug Design, Development and Therapy, 2019. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6691938/pdf/dddt-13-2777.pdf>. Acesso em: 7 abr. 2021 

RIVITTI, Evandro. Alopecia areata: revisão e atualização. Anais Brasileiros de Dermatologia, 2005. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/abd/v80n1/v80n01a09.pdf>. Acesso em: 7 abr. 2021 

Total
4
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
Veja dicas de como proteger o seu Windows

Por que proteger seu computador com Windows tornou-se particularmente importante ultimamente?

Next Post
Cartão de Crédito para Negativado Conheça 6 opções e saiba como pedir o seu

Cartão de Crédito para Negativado Conheça 6 opções e saiba como pedir o seu

RELACIONADOS
Anúncios