A Folha Hoje Portal de Notícias de Sergipe

Laudo aponta presença de bactérias em merenda que causou intoxicação de alunos em escola de Aracaju

Foram encontradas as bactérias Klebsiella sp. e Staphylococcus sp, germes que devido às condições de refrigeração podem ter se proliferado e causado a intoxicação alimentar.
Reprodução: redes sociais
Reprodução: redes sociais

Na manhã desta terça-feira, 20 de setembro, a A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura  (Seduc) e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde divulgaram o resultado das amostras coletadas após mais de 70 alunos do Centro de Excelência José Rollemberg Leite apresentarem sintomas gastrointestinais que ocorreram após café da manhã escolar.

De acordo com a Seduc, foram colhidas as amostras de água e dos alimentos ( carne moída, cuscuz e suco de caju), que mostrou que houve crescimento bacteriano apenas em um dos alimentos, a carne moída, comprovando a suspeita inicial de problemas no processo de pré-preparo da mesma. 

Foram encontradas as bactérias Klebsiella sp. e Staphylococcus sp, germes que devido às condições de refrigeração podem ter se proliferado e causado a intoxicação alimentar. As amostras foram coletadas pela Vigilância Sanitária de Aracaju e processadas pelo Laboratório Central de Sergipe (Lacen). 

Relembre o caso

Alunos passaram mal, nesta quinta-feira, 8 de setembro, depois de comer a merenda, no Centro de Excelência José Rollemberg Leite, zona norte de Aracaju. Pais de alunos denunciaram que estudantes tiveram problemas de saúde causados por intoxicação alimentar. A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Educação (Seduc) confirmou a informação. O colégio tem 435 alunos e a merenda é feita na própria escola por merendeiras contratadas pelo estado.

Segundo a Seduc, o lanche foi distribuído para 104 alunos, mas cerca de 70 apresentaram alguma queixa. Os estudantes com sintomas de intoxicação mais fortes foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para a UPAs Fernando Franco e Nestor Piva. Ao todo, 37 alunos foram encaminhados para unidades de saúde.

Anúncios

Relacionados