A Folha Hoje Portal de Notícias de Sergipe

Cesta básica ficou mais barata na maioria das capitais do país  

A única alta registrada foi em Belém e correspondeu a 0,27%
Foto: reprodução EBC
Foto: reprodução EBC

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o Dieese, publicou uma nova pesquisa com o preço da cesta básica no país. Das 17 capitais analisadas, 16 tiveram o preço do conjunto dos alimentos reduzido. Aracaju foi a cidade que apresentou o menor valor. 

De acordo com o Dieese, entre julho e agosto, as reduções mais significativas foram em Recife (-3,00%), Fortaleza (-2,26%), Belo Horizonte (-2,13%) e Brasília (-2,08%). São Paulo foi a capital onde apresentou o maior custo (R$ 749,78).

No Norte e Nordeste, onde a estrutura da cesta é diferente, os menores preços foram em Aracaju (R$ 539,57), João Pessoa (R$ 568,21) e Salvador (R$ 576,93). 

Segundo o Dieese, a compra dos alimentos básicos compromete 58,54% do rendimento das famílias que recebem o salário mínimo.

Ao comparar agosto de 2022 e agosto de 2021, a cesta básica teve alta em todas as cidades analisadas, com variações entre 12,55% e 21,71%.

Anúncios

Relacionados