Suíça x Espanha

Suíça 0 x 1 Espanha: Os adversários do Brasil na Copa do Mundo!

Análise do confronto europeu onde podemos ver dois adversários que teremos na Copa!

No dia 28 de novembro de 2022, às 13h, o Brasil irá enfrentar a Suíça em confronto válido pela segunda rodada da Copa do Mundo. E, muito provavelmente, no dia 9 de dezembro, sexta-feira, às 12h, enfrentará a Espanha pelas quartas de final. 

Isso porque a seleção espanhola deve passar em primeiro e a Alemanha em segundo, enfrentando assim o Canadá nas oitavas (que arrisco dizer que bate a Croácia e se classifica atrás da Bélgica). Passando do Canadá, enfrenta muito provavelmente o Brasil, que deve pegar o Uruguai.

E então, no confronto da Nations League de hoje, temos aí dois que podemos enfrentar.

Copa do Mundo

A Suíça

Seus jogadores de mais perigo são Xhaka, o criador; e o velho conhecido Shaqiri, que chuta bem de fora da área. Embolo também pode causar sustos no ataque. No confronto de hoje, a Espanha levou pouco sustos porque controlou o meio campo, e isso evitou que a Suíça trocasse passes e criasse jogadas. No segundo tempo, tentou ser mais ofensiva, mas não obteve grandes resultados.

Quando a Espanha chegava, a linha defensiva suíça e seus volantes ficavam muito próximos, numa espécie de 6 atrás da bola, isso quando os meio campistas não desciam para ajudar, formando duas linhas de 4. A Espanha, principalmente por não ter um driblador, sofreu bastante com isso.

Num confronto contra nós, Paquetá e Neymar terão que serem precisos nos passes aos pontas para conseguirmos criar jogadas, pois jogadas no meio não irão surtir efeitos positivos. Nossa vantagem é que temos um gênio, Neymar pode não saber mais como ter aquela ousadia nos dribles como tinha outrora (e o futebol ficou muito tático nos últimos 10 anos, o que impede isso), mas ele tem a experiência de um camisa 10 e a visão de jogo de um gênio, que pode criar jogadas fundamentais para nós sairmos vencedores. 

Vini e Raphinha e a mobilidade de Gabriel Jesus e Richarlison pode fazer com que tenhamos jogadas que irão desequilibrar a partida. Enfrentamos esse time em 2018, mas agora iremos mais fortes por causa desses jogadores que irão, juntamente ao Ney, assumirem a responsabilidade.

A Espanha

Seus jogadores de mais perigo são Gavi, Morata, Asensio e Ansu Fati. Com passe de Marcos Llorente, Pablo Sarabia só empurrou pra abrir o placar no primeiro tempo. Teve controle do jogo, mais posse e terminou o primeiro tempo com 74% de posse. Recupera a bola rápida e, com muitos toques, no seu tradicional tiki taka, chega ao ataque. 

Gavi tem apenas 18 anos, extremamente talentoso, mas pode sentir a pressão de enfrentar uma Alemanha ou um Brasil na Copa do Mundo. No jogo de hoje, no segundo tempo cometeu deslizes bobos de falta de concentração quando a Suíça cresceu no jogo. 

Com Alba e Azpilicueta, as laterais podem ser o ponto frágil dessa seleção, já que eles não são muito velozes. Vini Jr. Raphinha, Antony, Neymar, Rodrygo… São jogadores de drible, velocidade, que contra esses laterais devem levar vantagem no 1 a 1, onde a Espanha só ganharia na maioria numérica nesses casos, graças a sua estratégia tática, o que exigiria de Busquets, Koke, Gavi e Llorente voltarem, mas há ainda Alonso e Carvajal que também são grandes laterais que podem ser até mesmo titulares. 

Para vencer esse potencial jogo nas quartas de final, temos que ter muita intensidade e amplitude, com os pontas bem abertos e inspirados e o ataque altamente eficaz. Seria um jogo difícil, mas se conseguíssemos abrir o placar, provavelmente resistiremos à pressão espanhola e sairíamos classificados para as Semi (provavelmente contra a Argentina).

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
Dorival Jr.

Uma Vez Flamengo, Mais Uma Vez o Flamengo…

Next Post
Cartão De Crédito Nubank Como Aumentar Seu Limite

Cartão De Crédito Nubank Como Aumentar Seu Limite

RELACIONADOS
Anúncios